E agora, o que se segue? [Diário de Bordo LVI] Cabeça para Baixo, Cansaço para Cima, Trabalho até já!

Não com uma cara tão alegre, mas é mais ou menos assim que me sinto. De pernas para o ar e a tentar perceber o que se passa à minha volt...


Não com uma cara tão alegre, mas é mais ou menos assim que me sinto. De pernas para o ar e a tentar perceber o que se passa à minha volta! Dei conta que não escrevia um Diário de Bordo há mais de um mês, mas tem uma razão de ser - a disposição tem andado difícil e o trabalho tem sido soberbo. O doutoramento atravessa uma fase em que o trabalho parece crescer por todos os lados, nas mais diversas áreas. Para terem noção, desde Setembro eu já abordei desde algoritmos FPRAS (Fully Polinomial-Time Randomized Approximation Scheme), a agentes baseados em Markov Decision Processes, Modelos Baseados em Agentes, algoritmos baseados na metodologia Map Reduce para paralelização de simulações, eu mesma estou a trabalhar num simulador em larga-escala de evolução de populações de bactérias, entre mais umas coisas que não quero para aqui mencionar para eu própria não dar em maluca! 

A isto posso juntar a minha actividade como docente do Instituto Superior Técnico e aí podemos falar de fins de aulas, discussões de projectos, vigilâncias de exames, correcções de exames, revisões de provas, and so on. Atenção, não me estou a queixar, mas com o tempo isto vai deixando moça e umas férias eram mais do que bem vindas! 

Felizmente, consegui escapar dois dias e fui ao querido São João no Porto onde estive com a minha família e ainda deu para comer um belo repasto cozinhado pelos meus primos. Ah! Isso e tirar uma foto com a Dior, a cadelinha deles! Haja visão bonita como aquela que se presencia a cada ano ao ver os balões voarem pelos céus da cidade do Porto. Não sei porquê, mas é uma imagem que me inspira alguma esperança, alguma alegria. 


No meio disto tudo quem tem sofrido mais é o blogue, pois claro. Com uma ou outra complicação de saúde pelo meio, este último mês foi mesmo muito exigente e todos os bocados que me posso estender no sofá a descansar, eu faço-o. Mesmo que tenha que abdicar de bons momentos com pessoas que sei serem extraordinárias, mas quando não dá, não dá, e o nosso corpo também merece respeito. Quando queremos fazer muito tendemos a esquecer que somos humanos e que temos limitações. Admiti-lo requer algum esforço, mas acredito que é na tentativa de superação, dando espaço e tempo, que nos tornamos pessoas melhores. 


Como nem tudo é mau e eu sou realmente uma pessoa muito abençoada, tenho óptimas notícias para vocês! Ainda vou fazer um post próprio de convite, mas já que vocês se propõem a ler as minhas baboseiras, então também são os primeiros a serem convidados a aparecerem dia 4 de Julho, Sábado, pelas 19h15, n'O Bom, O Mau e o Vilão, na Rua do Alecrim, para a apresentação da nossa colectânea maravilhosa - Desassossego da Liberdade! Os livros já estão à venda no site da editora, como aqui já foi anunciado, e agora vem a apresentação com a actuação especial do nosso querido Tio Rex que recentemente lançou novo disco - Ensaio Sobre a Harmonia

Outras coisas boas que quero partilhar convosco, embora alguns de vocês possam já conhecer, é que recentemente tomei contacto com projectos interessantíssimos como Francis Dale, Mira un Lobo, Mau, 10 000 Russos, entre outros! Do primeiro já consegui falar aqui no blogue, mas dos outros nem por isso devido à tal falta de tempo e de disponibilidade mental. Só vale a pena escrever quando nos sentimos mesmo bem, não é? Pelo menos por aqui a filosofia é essa, já que só me interessa passar conteúdo verdadeiro e que realmente sinto. 

O evento destas últimas semanas, para além do São João, foi o concerto dos D'Alva no CCB! Mesmo tendo passado o dia anterior a vomitar, arranjei forças e com a minha amiga Rita Levy (que tem sido arrastada para algumas das minhas andanças, obrigada Rita!) lá consegui ir ao CCB e presenciar um espectáculo como há poucos. Mas não quero adiantar já aqui muita coisa, só que gostei mesmo muito!, porque eles merecem um post só para eles e porque também, no início dessa semana, eu tinha estado à conversa com eles numa entrevista que era para ter sido publicada antes do concerto. Com o trabalho e com o pequeno contratempo de saúde foi-me impossível, mas quero resgatar os destaques dessa conversa e ainda falar sobre o concerto. Hoje ou amanhã está cá fora esse post! 

Entretanto, vou tentar não torrar com este calor. Se já ando cansada, os quase 40º que se fazem sentir não ajudam em nada! Que saudades do meu Porto que mesmo quando está calor a brisa costuma ser fresca! Devo-me estar a esquecer de mil coisas, mas vou tentar escrever mais vezes. Para me despedir, partilho convosco que estou a ler dois grandes livros - Fusão, de Julianna Baggott, que é o segundo livro de uma trilogia distópica que dá muito que pensar; e A Última Dança de Charlot, de, Fabio Stassi, que nos conta sob uma perspectiva muito particular a vida desta grande personagem histórica. O que já tenho ali à espera e ansioso por saltar para o meu colo é o novo livro da Juliet Marillier, lançado pela Planeta! Upa upa, coisas boas! E vocês, o que é que andam a ler? Se quiserem animar a caixa de comentários aqui do blogue estão à vontade, prometo responder com a maior brevidade possível! Abreijos e até já! 

0 comentários