[Diário de Bordo] Está Entregue.

Era assim que gostava de estar nos próximos tempos. Deitada com Bran, sem fazer nada, a apanhar sol e a descansar. Era bom, não era? N...


Era assim que gostava de estar nos próximos tempos. Deitada com Bran, sem fazer nada, a apanhar sol e a descansar. Era bom, não era? Não vai ser a realidade a tempo inteiro, mas ao menos sempre que tenho um bocadinho gosto de o passar com este peludinho. É incrível como só está na minha vida há um ano e dois meses e parece que sempre fez parte dela. 

Mas vamos ao tema principal deste Diário de Bordo... Entreguei ontem, definitivamente, a minha tese de doutoramento. Ufa! Só que não... Ok, sei que o discurso está confuso, mas passo a explicar. Não é que em vez de me sentir aliviada, senti o estômago tão embrulhado que parecia que ia vomitar a qualquer momento? Em circunstâncias muito específicas já tinha senti aquelas descargas de adrenalina em que, depois de um período de tempo de elevado stress, uma pessoa fica KO, mas ontem, confesso, não estava à espera de me sentir tão arrasada. Ahah. É que foi, literalmente, como se tivesse sido colocada numa máquina centrifugadora e logo a seguir atropelada por um TGV. Hoje sinto-me adoentada, e já voltei às actividades normais na FCUL, mas ainda há tanto para fazer que não me posso dar ao luxo de baixar os braços :) 

Logo a seguir a entregar a tese fui convidada do Pedro Moreira Dias na VodafoneFM e tenho que manifestar aqui a minha profunda gratidão e admiração pelo Pedro. Já fui entrevistada algumas vezes e, com o tempo, é fácil distinguir aqueles que realmente se interessam pelos entrevistados e que, consequentemente, tornam as entrevistas muito mais ricas. O Pedro é uma dessas pessoas e é sempre um privilégio e um gosto enorme ser sua convidada. O tema principal foi a festa de aniversário do BranMorrighan em Lisboa que é já esta Sexta-feira dia 18 de Janeiro no Musicbox. Juntem-se a nós! 


As boas notícias é que, espero eu, vou libertar um bocadinho mais de tempo para ler. Como tenho andado mesmo muito, muito cansada, há uma semana que voltei a andar de transportes públicos o que me garante sempre, pelo menos, quarenta minutos de leitura por dia. Logo aí, já estou a ganhar. Depois do milk and honey e ao mesmo tempo que leio Comportamento, de Robert M. Sapolsky, estou agora com o belíssimo novo romance policial de Nuno Nepomuceno, A Última Ceia. A fotografia não mente e, para além da capa belíssima o enredo está de devorar página após página. Mas vá, vou deixar uma opinião mais desenvolvida para a devida altura. Quero só reforçar que o romance vai estar disponível nas livrarias dia 18 de Janeiro e que a apresentação será dia 23 de Janeiro na FNAC Colombo. 

Entretanto, e voltando às comemorações da primeira década de BranMorrighan, vou divulgar o cartaz do Porto (que foi ontem descrito pela primeira vez na entrevista com a VodafoneFM e cujo cartaz já circula pelo Facebook) cuja festa será dia 1 de Fevereiro no Maus Hábitos, no Porto! Vai ser um fim-de-semana daqueles já que dia 3 estou a voar para Cracóvia durante 9 dias! Mas mais tarde falo-vos sobre isto. Já estou contente de ter arranjado este bocadinho para estas pequenas novidades. Espero que estejam bem e até breve! 

PS: Existem novidades em branmorrighan.bandcamp.com - espreitem!

0 comentários