Opinião: Tentação Perfeita (À Flor da Pele #5), de Lisa Kleypas

Tentação Perfeira Lisa Kleypas Editora : Porto Editora Chancela : 5 Sentidos  Sinopse : Foi mais do que um beijo… foi uma ora...

Tentação Perfeira
Lisa Kleypas

Editora: Porto Editora
Chancela: 5 Sentidos 

Sinopse: Foi mais do que um beijo… foi uma oração de beijos ininterruptos, com as sílabas quentes e doces dos lábios e da língua dele inebriando-a de sensações.
Londres prepara o Natal, e o americano Rafe Bowman aguarda o seu encontro marcado com Natalie Blandford, a muito bela e respeitável filha de Lady e Lord Blandford. O aspeto sedutor e físico impressionante do jovem agradariam certamente à prometida, não fosse a sua reputação de libertino e as suas maneiras americanas.
As quatro amigas encalhadas dedicam-se, então, a ajudar o jovem pretendente, ensinando-lhe as regras da sociedade londrina e empenhando-se na aproximação dos futuros noivos. Contudo, o Natal é a época dos milagres, e o amor - essa emoção tão estranha a Rafe - ameaça brotar das mãos mais inesperadas.
Uma encantadora viagem aos recantos do coração, pela autora bestseller Lisa Kleypas, a rainha do romance erótico.


Opinião: Por vezes tenho a sensação que não damos o devido valor às coisas simples da vida. Ao ler este livro, um regresso ao universo das encalhadas que tanto gosto me deu ler, revivo esse sentimento ao verificar como por vezes uma leitura consegue aliviar tanto o nosso estado de espírito. Tentação Perfeita, quinto livro da série À Flor da Pele, é uma espécie de spin off dos outros quatro. Tendo já o nosso quarteto feminino arranjado quem as venerasse, eis que a autora decide apresentar-nos um lado um pouco mais masculino no que toca à perspectiva de ter que ser obrigado a casar por causa do estatuto pelo qual luta.

Rafe Bowman, irmã da dupla americana Daisy e Lillian, adoráveis progressistas no que ao feminismo diz respeito, assume o papel de anfitrião e é pela sua vida amorosa e pelo seu passado tumultuoso que somos levados a conhecer. Como só Lisa Kleypas o sabe fazer, esta é uma obra que transpira romantismo, suspiros sonhadores, irreverência, uma pequena dose de sofrimento, alguma dúvida e ainda um erotismo quase casto, atrevido e ousado que só as suas personagens conseguem transmitir. 

Para quem já conhece o universo das Encalhadas, este livro não será uma surpresa, até porque o final feliz, por muitas peripécias e contratempos que possam haver pelo meio, não só é expectável como é exigido por parte do leitor. Dando a minha perspectiva muito pessoal, não me interessa que seja previsível que a história acabe bem, o que torna cada um destes livros especial e único é mesmo como toda a trama se desenrola, recheada de pormenores históricos cuidadosamente inseridos, e ainda toda a imagética inerente. 

As descrições dos cenários, dos vestidos, das etiquetas e a própria exploração da época em que a sociedade inglesa era tão preconceituosa com os títulos que vários casamentos acabavam por ser meras formalidades em papéis e onde a vida acontecia mesmo fora dos lençóis caseiros e tal era aceitável, estão expressos de forma muito visual, quase cinematográfica. Mesmo Tentação Perfeita sendo o livro que tem a história menos elaborada, a mim soube-me que nem morangos frescos com chocolate quente. Uma história bonita, engraçada, um espírito natalício que nos recorda Charles Dickson e uma simplicidade que por vezes é tudo aquilo de que precisamos numa leitura mais leve. No seu todo, é uma série que vale completamente a pena ler. Recomendo.


Opiniões Volume Anteriores:

1 comentários