Ai que ele vem aí...! [Diário de Bordo XXXV] São apenas precisos uns segundos para a tua vida dar uma volta de 180º

Quando corto o cabelo, normalmente, é sinal de mudança. Não sei porquê, mas tem coincidido sempre, seja consciente ou não. O risco da mu...


Quando corto o cabelo, normalmente, é sinal de mudança. Não sei porquê, mas tem coincidido sempre, seja consciente ou não. O risco da mudança é que tanto pode ser para coisas positivas como não tão positivas, e uma das coisas que me apercebi, novamente, esta semana, é que muitas vezes temos terceiras pessoas à nossa volta que numa questão de segundos nos podem virar a vida do avesso. Ou, pelo menos, causar um incómodo que fica ali a remoer, a remoer, a remoer. 

Nunca soube lidar com falta de frontalidade, com cobardia e desonestidade. Faz-me impressão as pessoas que projectam defeitos imaginários nos outros para tentarem defender o seu próprio couro. Assistir a casos destes vezes sem conta não é novidade, mas ainda assim, em determinados contextos, consegue ser inesperado e surpreendente! Devem-se estar a questionar sobre o que é que estou a falar não é? Para já só posso aconselhar que desconfiem sempre das (demasiado) boas intenções. Pode ser que brevemente fale mais sobre isto.

A juntar à festa, ao que parece vivo no centro da epidemia de Legionella. Tudo em pânico, tudo sem saber onde tomar café, onde fazer as compras, onde e como e quando seja o que for, até o raio do banho nos é "vedado", ou pelo menos aconselhado a que não o tomemos. Não faço parte do grupo de risco, mas eu própria passei Sexta, Sábado e Domingo meia de molho. Hoje é o dia que me estou a sentir melhor, valha isso! A minha família, para já, também se encontra bem apesar de já termos apanhado um susto jeitoso. 

Mas vamos às coisas boas, que essas é que valem a pena e nos dão força para enfrentar doenças, desilusões, traições e todas essas coisas dispensáveis.

Na passada Terça-feira, dia 4 de Novembro, estive no Misty Fest no 30º Aniversário da Blitz! Fiz-me acompanhar pelo meu amigo e fotógrafo Nuno Capela e podem ver a Foto Reportagem (ainda em actualização), AQUI. Actuaram várias bandas e ainda quero escrever sobre essa noite, afinal foi bastante bonito, bem disposto e muito divertido. Já eram 2h da manhã quando tivemos direito à banda surpresa que se revelou ser Dead Combo. A par com Capitão Fausto, foram dois momentos que realmente gostei, mas ainda tive boas surpresas com Elias, Flak, João Caetano, Lisbon Kid (live act) e Valter Lobo. Este último então, fez-me lembrar as origens nortenhas e melancólicas. Resumindo: foram horas muito bem passadas. 


Estive também na Apresentação do Programa do Fórum Fantástico 2014 e, como tal, já posso partilhar convosco a novidade de que vou ser a moderadora de um debate sobre blogues de literatura fantástica. O Rogério Ribeiro, principal organizador deste evento anual, já tinha falado comigo há vários meses e é com muito gosto que agora vos convido a aparecer. Todo o evento é interessante e dinâmico, mas caso estejam interessados em ir pelo menos ao Debate, este vai decorrer às 17:45, Sexta-feira, dia 14 de Novembro, no auditório da biblioteca Orlando Ribeiro. Programação completa AQUI.
Já que falamos de blogues, partilho também convosco que o Morrighan está nomeado para o Top Blog Awards! Podem ler toda a informação AQUI.




Em relação ao Concurso de Contos & ILUSTRAÇÃO, aproveito para relembrar que este termina dia 13 de Novembro, já esta Quinta-feira. Entretanto foram anunciados dois nomes que me são muito queridos. A nossa primeira menina - Carla M Soares, ler AQUI - e outro autor que acompanho desde o início do blogue - Pedro Medina Ribeiro, ler AQUI. Apesar de inicialmente ter dito que seriam apenas cinco convidados, a verdade é que serão mais e brevemente começarei a revelar essas surpresas. Fiquem atentos, acho que vão gostar bastante! 


Desde o último Diário de Bordo que tentei tirar mais tempo para transcrever entrevistas. Se, por um lado, estar com os artistas é das melhores coisas porque conseguimos ter uma interacção real e genuína, a verdade é que quando se leva uma vida a 1000km/h com muitos pontos de dedicação, fica complicado conseguir tirar três horas ou mais para ter algo bem feito. Ainda assim, é um trabalho que no fim vale a pena, principalmente quando temos o reconhecimento que é mostrado, por exemplo, nesta imagem de Sara Feio. A Sara é o elemento feminino da dupla Pernas de Alicate e se na página de Pernas já tinham partilhado a entrevista dizendo "Gostamos muito quando as entrevistas que saem nos reflectem (e vêm sem erros ortográficos! ahahah).", quando mais tarde a Sara partilhou isto na sua página de artista, bem, imaginam o quão babada fiquei, não imaginam? Mas vamos lá fazer um resumo das entrevistas publicadas desde o último Diário de Bordo:


- Vera Marmelo e Luís Martins a propósito de Convite: 

- Bruno Pernadas, ainda no contexto do MAGAFEST: 

- Pernas de Alicate, cuja matiné é já dia 15: 

- Brass Wires Orchestra, a propósito de Cornerstone

- Organização dos Portugal Festival Awards, aos quais irei na Terça-feira como Imprensa: 

- Los Waves, a propósito do primeiro LP: 


Continuando com os destaques do que foi a última semana, mas não me querendo alongar muito mais, deixo-vos os seguintes links:

A nível de novidades boas temos:

Para terminar, partilho convosco que ontem iniciei o livro Até Que Sejas Minha e das poucas páginas que li já consegui ficar bastante perturbada! Em relação ao doutoramento, passo a passo, desafio a desafio, espero ter mais notícias boas brevemente. 
E pronto, por hoje é tudo, espera-me uma semana cheia de actividade com o doutoramento, aulas, Portugal Festival Awards, Fórum Fantástico e, quem sabe, mais uma ou outra coisa. 

Beijos e até ao próximo Diário de Bordo! 

0 comentários